The Post a guerra secreta - retrata a essência do jornalismo

The Post a guerra secreta – retrata a essência do jornalismo


The Post – Mais um filme de Steven Spielberg – Com certeza um dos melhores filmes do ano. Merecidamente fazer jus a estar no Oscars.

A atuação impecável de Meryl Streep não deixa dúvidas quanto a sua devida indicação ao Globo de Ouro e a demais premiações. Sua personagem  Kay Graham mostra claramente o papel concedido as mulheres na década de 70. Uma dama da alta sociedade que se encarrega apenas de cuidar da casa e das inúmeras festas em sua residência. Seu papel veio como uma luva para esse momento da historia que estamos vivendo sobre o empoderamento e reconhecimento do papel das mulheres na sociedade que vai muito além de ser apenas uma dona de casa.

Após o suicido de seu marido assume o Jornal The Washington Post, contratando como editor chefe de redação Ben Bradlee (Tom Hanks).  Desacredita pelos homens do seu potencial de liderança, num conflito histórico para a imprensa americana sobre divulgar ou não documentos do pentágono no governo de Nixon.

O filme mostra a ideologia da essência do jornalismo.  Nos faz refletir sobre tudo que lemos se não estar corrompido. Sarah Paulson e Bob Odenkirk também estão no  elenco porém, Meryl e Tom roubam a cena. Instigante, prende o espectador.