A primeira impressão é a que fica.

A primeira impressão é a que fica.


Já ouviram esse ditado? Pois bem! A linguagem corporal é um meio de comunicação que diz muito sobre o nosso estado atual. Dependendo de como nos expressamos, temos o poder de transmitir uma mensagem positiva ou negativa sobre nossa identidade. Postura, gestos, expressões faciais, respiração, olhar, enfim…. tudo isso emite informações sobre traços da nossa personalidade, estado de espírito, manias e até mesmo algumas projeções de conduta.

Pensando nisso, temos alguns meios para tornar nossa linguagem corporal mais consciente com o intuito de amenizar nossa imagem socialmente e produzir uma mensagem mais favorável sobre nós mesmas.

 

  1. Relaxe os músculos faciais – as expressões do nosso rosto emitem o que estamos, de fato, sentindo. Franzir a testa, por exemplo, além de provocar rugas, nos denuncia de imediato os sentimentos de tristeza, braveza, gentileza e até chatice.

 

  1. Mantenha a postura alinhada – Ombros alinhados e relaxados comunicam confiança, elegância e segurança, já a posição de braços cruzados, por exemplo, indica uma postura defensiva.

 

  1. Tom de voz regulado – Estudos indicam que pessoas que falam mais baixo possuem mais poder de autoridade em grupos. Manter um tom de voz suave e comedido indica educação e compostura.

 

  1. Contato Visual – o contato visual emite diversas informações numa conversa. Podendo comunicar atenção, respeito, sinceridade, afeto, vergonha e inúmeros outras. Pessoas nervosas, mentirosas e distraídas, por exemplo, olham constantemente para os lados. Pessoas tímidas costumam olhar para baixo e desconfortáveis desviam o olhar para outra direção. Caso tenha várias pessoas numa dada conversa, o ideal é que o olhar seja dividido entre todas elas, para assegurar conexão entre o grupo ouvinte.

 

  1. Sorria – Sorria ao ser apresentado a alguém, desde que o sorriso não pareça forçado e sorria sempre que houver algo engraçado. O sorriso no rosto propõe um semblante de positividade e harmonia consigo mesmo.

 

Esses são apenas alguns dos sinais de comunicação corporal que emitimos por aí. Devemos nos habilitar a transpor ao público em geral apenas aquilo que nos favorece e tirar proveito nos relacionamentos, empregos e demais grupos sociais. Vale a pena observar a impressão que você deixa nas pessoas e à partir daí tentar trabalhá-la da melhor maneira possível em benefício próprio.